novo horizonte fainor Visualizar

OPINIÃO | A importância do espaço da Mostra Cinema Conquista para o fomento e debate da sétima arte


Jamile Duarte (Especial para o Sudoeste Digital)* - A 14ª edição da Mostra Cinema Conquista – Um Novo Olhar para o Cinema finalizou suas últimas exibições dos curtas e longas-metragens nacionais nessa sexta-feira, 6 de setembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O evento, que cresce cada vez mais nos últimos anos, tem sido um espaço de grande importância para a fomentação da sétima arte. Além da exibição dos filmes dos mais variados temas e abordagens, o evento promoveu oficinas, palestras, conferências, homenagens e lançamentos de livros durante os seis dias de programação. 


A Mostra é um dos principais eventos de Cinema e Audiovisual da Bahia. É importante que esse ambiente continue provocando e sendo um impulsionador para debates e discussões, pois a realidade se transforma quando há a inquietação e pensamento crítico. 

Nessa edição, o evento fez um resgate glauberiano, homenageando o cineasta conquistense Glauber Rocha que incentivou a realização de inúmeras narrativas audiovisuais desde que, para isso, houvesse coragem. E é essa a coragem que a Mostra provoca.

Além disso, destaca-se a singularidade do evento em reforçar o impacto do audiovisual na vida das pessoas. A preocupação em levar o cinema aos distritos da cidade de Vitória da Conquista foi significativa, fazendo com que o cinema independente se propagasse em povoados que o acesso à cultura cinematográfica pouco se faz presente. 

A Mostra também foi uma maneira de provocar o público a ter experiências de formação com a mobilização de estudantes de escolas públicas e particulares da cidade para prestigiarem as obras e assistirem às conferências. 

Dos filmes exibidos, cerca de 20 deles foram produzidos na Bahia. Assim, é possível notar a visibilidade do cinema independente local em um evento grande e de credibilidade.  

Dessa forma, a continuação de novas edições da Mostra e sua sobrevivência é de responsabilidade de todos, desde o público para prestigiar e divulgar o evento até, principalmente, os poderes públicos para contribuírem com apoio cultural, social e financeiro para manter o suporte às produções independentes. 

Então, que venham novas Mostras, novos olhares e novas discussões e que esse espaço se amplie cada vez mais, pois já dizia Glauber: sem linguagem nova, não há realidade nova.

Jamile Duarte cursa jornalismo na Universidade do Sudoeste da Bahia (Uesb) e participa do Jornal Band News com os destaques do site Sudoeste Digital, de segunda a sexta. Cobriu a 14ª Mostra Cinema Conquista para os sites www.tvsudoestedigital.com.br e www.tvconquista.com, sub a supervisão do jornalista Celino Souza.

Postar um comentário

0 Comentários