PREVISÃO DO TEMPO

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Preso traficante que matou companheira em Guanambi; bandido também responde por furto e roubo na Bahia e Minas Gerais

Imagem: Acervo pessoal

Deverá ser recambiado para Guanambi, nas próximas horas, o homicida Jackson Rafael da Costa Paz, 33 anos, preso em Oliveira dos Brejinhos cinco anos depois de ter matado a mulher dele, Lindacir Benta Rodrigues. O crime aconteceu em dezembro de 2012, no Bairro Monte Pascoal em Guanambi.

Desde então ele encontrava-se foragido, até ser preso nesta quarta-feira, 27, por policiais civis e militares, em cumprimento a mandado de prisão representado pela 22ª Coorpin (Policia Civil de Guanambi) e expedido pela juíza Adriana Silveira Bastos.
Imagem: Acervo/Polícia Civil
Jackson também responde processo criminal em Montes Claros, Minas Gerais e em Livramento de Nossa Senhora,  Oliveira dos Brejinhos e Guanambi, na Bahia, por tráfico de drogas, furto, roubo e homicídio. 

Mulher com cirrose hepática é transferida para hospital de Guanambi; sete familiares que moram com Daiane também sofrem com alcoolismo

Em Igaporã, Daiane estava sendo acompanha pelo Dr. Ivson Petronilio da Cunha - Foto: Divulgação | prefeitura de Igaporã
Após o apelo em vídeo e de ser diagnosticada com cirrose hepática, a baiana Daiane Maria de Oliveira, 28 anos, moradora da fazenda Lagoa da Torta, entre os municípios de Caetité e Igaporã, foi transferida para o Hospital Regional de Guanambi (a 65 quilômetros de Igaporã) na manhã desta quarta-feira, 27.  A informação foi confirmada à equipe de reportagem do Portal A TARDE pela enfermeira Amanda Guedes, do Hospital Municipal de Igaporã, onde a paciente estava internada.
De acordo com a administradora do Hospital Regional de Guanambi, Maria das Graças Cotrim, ela foi levada para a unidade de saúde como uma forma de adiantar a realização de alguns exames - como tomografia, ultrassom, e exames laboratoriais - para a transferência para um hospital de Salvador. Na capital, Daiane receberá um tratamento mais específico, com o acompanhamento de um hepatologista - especialista nas doenças do fígado.
Daiana será transferida assim que seu cadastro conste no sistema dos hospitais, e com isso, o Hospital Regional de Guanambi possa dar início ao encaminhamento da paciente para à unidade de saúde na capital.
Luta antiga
Segundo a prefeitura de Igaporã, Daiane é acompanhada pelos médicos do município desde 2007, através do Programa Saúde da Família (PSF), do governo federal, que auxilia de perto famílias carentes com grave problemas de saúde. Os sete familiares que moram com Daiane também sofrem com alcoolismo, informou a prefeitura. 
Ainda de acordo com município, diversas pessoas se sensibilizaram com a história da mulher e ofereceram ajuda. Há pessoas prontificadas a ajudar em Salvador, Brasília, Lauro de Freitas, entre outras cidades. Os auxílios vão desde ajuda médica até acompanhamento médico, inclusive para o resto da família.

Polícia civil prende receptador e "estoura" depósito de produtos roubados em Conquista;


A equipe do delegado da Polícia Civil,  Arilano Botelho, descobriu um dos maiores depósitos de produtos roubados em Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador, ao prender em flagrante o receptador Isaque Oliveira de Souza. A operação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos aconteceu no Bairro Nossa Senhora Aparecida (México).

Segundo as investigações, que foram conduzidas para identificar autores de diversos furtos que estavam sendo realizados com a utilização de um veículo Gol, de cor branca, tudo levava a crer que o depósito estaria naquela localidade. Após apreensão do referido veículo e identificação dos autores, a polícia efetuou diligências para recuperar os objetos furtados. 

Em uma casa no bairro foi identificado um dos maiores pontos de receptação de produtos furtados e roubados desta cidade. Na referida residência foram encontrados diversos sons automotivos, caixas com lacre de roupas, centenas de blusas, calças e sapatos, ferramentas diversas, maquitas, compressores, materiais de construção e outros. 

Ainda foram apreendidos dois veículos. "Estamos nesse momento divulgando as fotos para identificação e devolução dos objetos às vítimas. Os demais autores da organização criminosa também já foram identificados e estamos finalizando os procedimentos pedindo a prisão de todos e encaminhando á Justiça local", informou o delegado.







UTILIDADE PÚBLICA - Desempregado e pai de três filhos "invade" as redes sociais em busca de trabalho


VITÓRIA DA CONQUISTA - O desespero de um pai de três filhos, desempregado há três meses, levou o pedreiro Lauro Henrique Matos a "invadir" as redes sociais em busca de trabalho. Nos grupos de Whatsapp, ele faz um apelo dramático, colocando-se à disposição para o serviço na área de pedreiro ou, conforme o caso, como motorista. O apelo comoveu os internautas, que compartilharam as informações na tentativa de ajudar o profissional. O telefone para contato é (77) 9.9931-7756.

ABAIXO, A PUBLICAÇÃO ORIGINAL:

O galera do grupo eu mim chamo Lauro Henrique trabalho na área de pedreiro e tou parado uns três meses já tenho três filhos pra criar e Tou apelando aí para o grupo talvez alguém ai trabalha ne alguma empresa e pode mim dar uma força pra q eu mim encaixe né alguma área de serviço também tenho carteira de motorista b se tiver algum emprego pra motorista também serve se alguém poder mim ajudar eu agradeço entre em contato fn 77999317756

Fazendeiros ameaçam criar milícia contra ocupações em Itapetinga

Imagem relacionada
Foto: Ilustração
Propriedade da família Vieira Lima, avaliada em R$ 67 milhões, é alvo de invasão; sindicato alerta para risco de banho de sangue
Um clima de tensão se instalou no campo, em Itapetinga, Sudoeste do estado, após a ocupação, no sábado (23), por supostos índios, da Fazenda Esmeralda, um conjunto de 12 propriedades rurais da família do ex-ministro Geddel Vieira Lima avaliado em R$ 67 milhões. Os fazendeiros locais ameaçam a formação de milícias (grupos armados) para defender as propriedades.
A informação é do Sindicato Rural de Itapetinga, entidade que reúne 170 associados, dos quais, a maioria, é formada por criadores de gado de corte e de leite. Presidente do sindicato, Eder Rezende disse que os donos de fazendas “estão se preparando de forma conjunta para se defender das invasões”.
“Quanto à forma que isso será feito, não posso afirmar. Nos grupos de WhatsApp, estão muito nervosos, alguns mais exagerados falam em formação de milícias. Não tenho propriedade no entorno daquela área, mas, se tivesse, iria também tomar providências para defender o que é meu”, disse Rezende, que teme confrontos e mortes.
Para o sindicalista, a ocupação “parece ser mais política, pois as demandas indígenas da região já foram atendidas pela Justiça”, e ninguém no local quer mais sair da sua propriedade. “Não há mais questão indígena na região”, argumenta.
Rezende se refere à demarcação da Terra Indígena Caramuru-Catarina Paraguaçu, de 54 mil hectares, que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, em 2012, que era de índios Pataxó Hã-hã-hãe, expulsando fazendeiros da área, localizada em Itaju do Colônia, no Sul do estado, próximo à região onde fica a fazenda dos Vieira Lima.
Grupo, que se identifica como indígena, usou paus e pedras para bloquear acesso à Fazenda Esmeralda (Foto: Reprodução)
Reunião com delegado
Os produtores rurais se reuniram nesta segunda-feira (25) com o delegado da Polícia Civil de Itapetinga, Antonio Roberto Júnior, o qual informou que encaminhou o caso para a Polícia Federal nessa terça-feira (26).
“Não temos dúvidas de que o local está sendo ocupado por indígenas, por isso a investigação ficará a cargo da PF”, declarou o delegado. Procurada, a PF informou que tomará as providências assim que for notificada sobre o caso.
Também nesta terça, o advogado Franklin Ferraz, contratado pela família Vieira Lima, deu entrada no pedido de reintegração de posse na Justiça local. Se for confirmado que a fazenda foi ocupada por índios, o processo poder ficar de responsabilidade da Justiça Federal.
“Por conta da falta de confirmação quanto a serem indígenas ou não, a identificação de quem está ocupando a propriedade será feita no momento em que o oficial de Justiça for até o local. Funcionários da fazenda nos relataram a presença de membros de sem-terra também”, afirmou o advogado dos proprietários.
Franklin Ferraz informou ainda que no pedido de reintegração, ficou “bem claro que não há nenhum pedido de estudo sobre terra indígena no local”. “Nenhuma entidade de defesa dos índios se manifestou até agora sobre o assunto, não há cacique, nem etnia definida”, complementou.
A propriedade
A Fazenda Esmeralda, localizada no território de Itapetinga, a 60 km da sede, tem 643 hectares e faz parte de um conjunto de doze propriedades pertencente aos irmãos Geddel (ex-ministro da Secretaria de Governo e da Integração Nacional), que está preso, e Lúcio Vieira Lima (deputado federal), ambos do PMDB. As fazendas somam mais de 9 mil hectares e estão avaliadas em cerca de R$ 67 milhões.
A reportagem tentou contato com entidades de defesa dos direitos dos índios, como o Conselho Indigenista Missionário (CIMI), ligado à Igreja Católica, e a Associação Nacional de Ação Indigenista (Anai), mas as chamadas aos telefones disponibilizados nos sites oficiais não foram atendidas. (Correio 24 horas)

DESTAQUE

Cidade mais pobre do país fica na Bahia; veja top 10 dos mais ricos e pobres

Ficou na Bahia, mais especificamente no Nordeste do estado, o título de cidade mais pobre do Brasil. A ‘conquista’ é de um município que,...

AS 5 + LIDAS