PREVISÃO DO TEMPO

terça-feira, 26 de setembro de 2017

PM de Itapetinga prende traficante com mais de 220 buchas de maconha


A polícia militar de Itapetinga prendeu em flagrante, na tarde desta terça-feira, 26, o traficante de drogas Rodrigo Alves Porto. A ação ocorreu quando uma equipe do PETO, em rondas pelo bairro Vila Riachão, visualizou o acusado em atitude suspeita. 

Para tentar se livrar do "baculejo", Rodrigo dispensou um cigarro de maconha. Não teve jeito. Como já estava sendo investigado por tráfico, os policiais da 8a Companhia Independente da PM continuaram as buscas e encontraram uma sacola com 225 buchas de maconha que estava na casa dele, na Rua Agnaldo de Queiroz.

Rodrigo recebeu deu voz de prisão e foi o conduzido para delegacia de polícia civil para lavratura do flagrante delito.

Iniciadas obras de recuperação da rodovia BA 262; a estrada liga Poções a Iguaí



Máquinas em ritmo acelerado dão o tom da recuperação da BA 262, estrada que liga os municípios de Poções e Iguaí, no sudoeste e sul do Estado. As obras de terraplenagem, iniciadas nesta terça-feira, 26, estão a cargo da empreiteira Paviservice. 



Em toda a extensão da estrada é possível notar a movimentação de operários e maquinários. A rodovia, importante eixo rodoviário, é fundamental para o escoamento da produção agrícola, além do transporte de passageiros. Estava abandonada nos últimos anos, com buracos em toda a sua extensão, provocando acidentes fatais.

Texto: Jussara Novaes (Sudoeste Digital)
Fotos: Poções 24 horas

CONQUISTA - Mudanças no trânsito provoca "racha" entre prefeito e filha da vice; entenda o caso

Resultado de imagem para MUDANÇA NO TRÂNSITO VITÓRIA DA CONQUISTA
Imagem: Internet/acervo
Jussara Novaes (Sudoeste Digital) - As mudanças no trânsito em Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador, provocaram a ira da Câmera de Dirigentes Lojistas (CDL), que tem como presidente a empresária Sheila Andrade, filha da vice-prefeita da cidade, Irma Lemos. 
Com as recentes alterações no sistema de estacionamento dos veículos, de ângulo para fila, as vagas foram reduzidas e, como consequência inicial, houve uma "fuga" de clientes.
É o que sustenta CDL, que produziu um levantamento após as mudanças na maior parte do centro comercial. E não ficou apenas no papel. Sem consulta aos lojistas, a CDL declarou "guerra" e os sinais de fumaça indicam um "racha" entre o órgão (leia-se Sheila Andrade) e o prefeito Herzem Gusmão.

As mudanças no estacionamento de ângulo para fila ocorreram nas ruas Zeferino Correia, Maximiliano Fernandes e Francisco Santos. Nesta terça-feira, 26, houve mais uma alteração, na Rua Ernesto Dantas. 

QUEDA-DE-BRAÇO

O episódio dos artesãos na Praça 9 de Novembro, cuja saída foi defendida ferrenhamente pela presidente da CDL - a ponto de mexer com a alta cúpula do governo municipal, mostra o caráter forte da jovem dirigente do órgão. A queda-de-braço continua.
Desta vez, diante da falta de comunicação entre Prefeitura e CDL, a respeito dos estacionamentos, restou à Sheila Andrade mandar produzir uma nota de agravo contra a medida da Prefeitura. A administração municipal ainda não se manifestou.
Leia o que diz o documento:
A CDL de Vitória da Conquista atenta às questões de ordem urbana sobre a nossa cidade, principalmente às referentes ao comércio, entende que mudanças são necessárias quando realizadas para melhorar a qualidade de vida do cidadão.  Diante disso, a CDL entende que a intenção da Secretaria de Mobilidade Urbana, quanto às mudanças nas vagas de estacionamento de ângulo para estacionamento em fila, é de melhorar a fluidez do trafego.
Entretanto, devido a pouca disponibilidade de vagas para estacionamento no Centro Comercial, as intervenções tem afetado fortemente o comércio, diminuindo o fluxo do consumo no comércio varejista pela baixa rotatividade de veículos e pessoas. Por conta das mudanças no estacionamento de ângulo para estacionamento em fila nas ruas Zeferino Correia, Maximiliano Fernandes e Francisco Santos, a CDL enviou um ofício à Prefeitura se posicionando contra essas alterações realizadas e solicitando um posicionamento da Secretaria. As solicitações dos lojistas não foram consideradas e hoje, dia 26, a Rua Ernesto Dantas também teve suas vagas diminuídas para estacionamento em fila. Desta forma, a CDL, compartilhando da insatisfação dos lojistas do centro da cidade, posiciona-se contra as mudanças que resultam em diminuição de vagas para estacionamento.

Mulher com barriga gigante passa por especialista após divulgação de vídeo

Sudoeste: Mulher com barriga gigante passa por especialista após divulgação de vídeo
IGAPORÃ - A baiana Daiane Maria de Oliveira, 28 anos, fez um apelo em um vídeo que circulou nas redes sociais e na internet, pedindo ajuda para realizar um tratamento que identificasse a causa que faz a barriga dela crescer exageradamente. A mulher sofre com o problema há cerca de 3 anos.
Após tomar conhecimento do vídeo na tarde desta segunda-feira, 25, a prefeitura do município de Igaporã (a 702 quilômetros de Salvador) disponibilizou um atendimento para a mulher na manhã desta terça, 26, no hospital do município. Ela será atendida por um especialista gastrointestinal.
No vídeo, a moradora da localidade conhecida como Fazenda de Lagoa da Torta, na zona rural da cidade baiana de Caitité (a 638 quilômetros de Salvador), relata que realiza todo o mês um procedimento de “drenagem”. Segundo Daiana, na última vez que foi realizar o procedimento, os médicos chegaram a tirar cerca de 6 litros de um líquido da barriga.
“Eu passo nos médicos e eles não descobriram o que tenho nessa barriga”, disse a mulher, que ainda comenta que faz 3 anos que ela não menstrua. De acordo com a Secretaria Municipal de Comunicação de Igaporã, uma equipe médica foi disponibilizada para acompanhar e prestar os devidos cuidados a Daiane.



SUA SAÚDE - Sucesso entre as famosas, chá de hibisco é perigoso se consumido em excesso

Resultado de imagem

Bruna Marquezine e Fernanda Souza estão entre as famosas que já declararam usar o chá de hibisco para manter a boa forma. A bebida desbancou o chá verde e ganhou a preferência de quem quer emagrecer e perder a barriga, chegando, muitas vezes, a ser tomado no lugar da água pelos frequentadores de academias.

Mas é preciso cuidado, pois seu consumo exagerado pode fazer mal à saúde: o hibisco é vasodilatador e pode abaixar a pressão, causando tontura e sensação de fraqueza. Por isso, nem todo mundo pode consumi-lo. “Não há estudos com gestantes, então, por precaução, elas não devem bebê-lo”, explica Vivian Ragasso, nutricionista esportiva do Instituto Cohen, em São Paulo. Embora haja poucas pesquisas de relevância científica sobre a planta, já se sabe que o chá ajuda a combater a retenção de água no organismo.

“É preciso preparar corretamente, colocando uma porção das flores desidratadas na água fervendo, deixar descansar por dez minutos e coar antes de beber. Nunca se deve substituir o consumo de água pelo de chá”, afirma Vivian.

também tem ação termogênica, ou seja, ajuda a queimar calorias e ainda impede a formação de novas células de gordura. Por isso, se usado com moderação, pode se tornar uma arma interessante para quem quer emagrecer. “A quantidade recomendada é de cerca de três xícaras por dia, sem exagero. É preciso lembrar que chá também é remédio e o excesso pode ser nocivo”, diz. Ana Luisa afirma que um dos pontos positivos do consumo de qualquer tipo de chá é o aumento a ingestão de água. “Quem não toma água tem mais dificuldade para queimar gordura, pois para combater radicais livres é preciso estar bem hidratado.”

A médica lembra que emagrecer não significa perder peso na balança e, sim, substituir a gordura por massa magra. Para isso, cuidar da alimentação e fazer exercícios físicos é fundamental. “O chá sozinho não funciona, é apenas um complemento”.

“O maior problema das ervas e plantas medicinais é que, mesmo recebendo o registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não há um controle e origem e apresentação. Cada fabricante vende de um jeito e isso muda a concentração das substâncias químicas que o produto possui", diz Maria Edna de Melo, doutora em Endocrinologia pela USP (Universidade de São Paulo) e diretora da ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica). "Se não sabemos direito o que estamos tomando, pode ser perigoso."

Ela afirma ainda que nenhum fitoterápico possui evidência científica que justifique sua recomendação para perda de peso. Alguns estudos internacionais relacionam o hibisco ao combate da hipertensão, redução do colesterol e até à diminuição da fertilidade. “Essas pesquisas são feitas com animais e costumam ser publicadas em revistas de menor relevância científica. Normalmente, elas avaliam o uso do extrato da planta, que é mais concentrado do que as flores secas, por isso, os resultados não são tão confiáveis”, explica Maria Edna

DESTAQUE

Cidade mais pobre do país fica na Bahia; veja top 10 dos mais ricos e pobres

Ficou na Bahia, mais especificamente no Nordeste do estado, o título de cidade mais pobre do Brasil. A ‘conquista’ é de um município que,...

AS 5 + LIDAS