PREVISÃO DO TEMPO

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Identificada vítima decapitada na zona rural de Ribeirão do Largo; rapaz tinha 16 anos e morava em Macarani


Adelson Dias da Silva. Este é o nome do jovem de 16 anos que foi encontrado decapitado nesta terça-feira (12) na estrada que liga Macarani a Nova Brasília, nos limites do município de Ribeirão do Largo, sudoeste da Bahia. Fotos da vítima decapitada circularam nas redes sociais durante todo o dia, até que pessoas que conheciam a vítima informaram aos familiares. Parentes estiveram no Complexo Policial de Macarani e fizeram a identificação.

Adelson morava no Bairro Marjorie Parque, em Macarani, e havia comemorado seu aniversário de 16 anos no último domingo (10). Segundo relato da mãe à polícia, seu filho teria saído de casa no final da tarde de ontem, em companhia de um rapaz conhecido pelo apelido de “Pacote”.


Como carregar seu celular sem energia elétrica em 3 passos simples


Sabia que é possível carregar seu celular mesmo quando falta energia elétrica?

E não precisa muita coisa. Bastam: um adaptador USB para carros, o cabo do seu próprio telefone, uma pilha de 9 volts e um clipe de metal.

O que você vai fazer é conduzir a eletricidade da bateria até o telefone. 

Você vai transportar partículas eletricamente carregadas usando um meio de transmissão, ou seja, um condutor elétrico, que, neste caso, será um clipe metálico.

Isso forma um pequeno campo elétrico artesanal – de baixa intensidade – que pelo menos lhe permitirá fazer chamadas de emergência ou enviar mensagens.

Passo 1: abra o clipe metálico e enrosque em um dos polos da bateria

As baterias ou pilhas contêm dois polos. Um deles tem um sinal positivo e o outro, negativo. Ao conectar esses dois polos, os elétrons fluem do polo negativo ao positivo. Para gerar esse campo elétrico, usa-se um objeto metálico porque os metais são bons condutores de eletricidade.

Os metais permitem o fluxo de elétrons de um ponto a outro. Neste caso, você deve abrir o clipe metálico e enroscá-lo no polo negativo da pilha.

Como indica a imagem, uma extremidade do clipe fica na parte de cima e a outra aponta para o lado de fora.

Passo 2: Coloque o adaptador para carros no polo positivo da bateria

Coloque o adaptador USB para carros no outro polo. A partir daí, o campo elétrico é gerado.

Passo 3: Empurre o clipe em direção à parte metálica que está encostada no adaptador

O último passo é fazer com que os dois metais entrem em contato – o clipe com a parte metálica do adaptador. Dessa forma, será possível fazer fluir os elétrons e gerar eletricidade.

Concluída essa etapa, só falta plugar o cabo USB no celular, igual a quando você o carrega em um computador.

Todas as pilhas ou baterias contêm eletrólitos e outras substâncias químicas que reagem entre si, fazendo com que comecem a se mover freneticamente e gerem energia. Em outras palavras: a energia química é transformada em energia elétrica. (Com informações da BBC)





Falta de apuração induz blogs a erros; suposto duplo homicídio em Sergipe é mais uma história que enganou blogueiros

Arquivo Pessoal

Jussara Novaes (Sudoeste Digital)  - A semana começou com mais uma dessas histórias que, sem apuração, enganou dezenas de blogueiros Brasil afora. Em Vitória da Conquista não foi diferente. Na pressa em "informar" aos seus leitores e garantir algumas curtidas, pelo menos quatro blogs locais publicaram uma "reportagem", com base em postagens na internet, sobre um suposto duplo homicídio em Sergipe.

Sem qualquer apuração, os blogueiros simplesmente caíram na pegadinha e estamparam manches como "Homem mata esposa e amante na saída de motel com vários tiros", acompanhadas de duas fotografias. A reportagem do Sudoeste Digital foi em busca da verdade e, após uma apuração, chegou aos fatos reais envolvendo o fato.


Na verdade, houve um homicídio, mas em Taguatinga, Distrito Federal. Foi no início da tarde de sexta-feira (8/9), quando uma travesti acabou morta na QSG 2 de Taguatinga Sul, perto do terminal rodoviário. 

No momento do crime, por volta das 12h20, a vítima estava com um rapaz, supostamente seu namorado, dentro de um HB20. De acordo com informações da Polícia Militar, outro carro da mesma marca teria passado pelo local e seus ocupantes (eram dois), disparado várias vezes contra o casal. 

Atingida na cabeça, a travesti, identificada apenas como B.M.R, 26 anos, morreu na hora. Seu acompanhante, identificado apenas como Daniel, 35 anos, foi socorrido em estado grave pelos bombeiros, que usaram o helicóptero da corporação para levar a vítima ao Hospital de Base. Dois tiros atingiram as costas do homem e um terceiro projétil, sua perna direita. 

Suspeita de acerto de contas 

O local passou por perícia e o crime é investigado pela equipe da 21ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga Sul. Mas, ainda de acordo com a PMDF, a suspeita é de que o caso seja acerto de contas por disputa de pontos de prostituição. As vítimas já eram investigadas pela PCDF pelo crime de rufianismo. Esta não é a primeira vez que uma travesti é morta na região. 

Em 26 de janeiro Ágatha Lios, 23 anos, foi brutalmente assassinada dentro de uma central de distribuição dos Correios – o lugar ficava perto do ponto onde a vítima costumava se prostituir. Ágatha foi perseguida por outras travestis, que a mataram com vários golpes de facas e facões, às vistas de funcionários dos Correios. 

O crime também foi gravado por câmeras de segurança. Em julho, duas suspeitas do crime foram presas em Manaus (AM). Daniel Ferreira Gonçalves e Dayvison Pinto Castro, conhecidas, respectivamente, como Carolina Andrade e Lohanny Castro, acabaram detidas após assaltar um homem: na versão delas, ele fez um programa e não pagou. 

A pedido da Polícia Civil do Distrito Federal, a Justiça vai decidir se as acusadas serão trazidas para o DF. Segundo as investigações, também participaram do assassinato de Ágatha e permanecem soltas as travestis Samira (Francisco Delton Lopes Castro) e Bruna Alencar (Greyson Laudelino Pessoa).





DESTAQUE

BAHIA - Júri Popular absolve PM por homicídio ocorrido há 17 anos

O sargento da polícia militar do Estado da Bahia Robenes Ramos dos Santos foi absolvido do caso do homicídio de Fábio Pereira Correia oco...

AS 5 + LIDAS