PREVISÃO DO TEMPO

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

ITAPETINGA: Movimento LGBT discute ações de combate à violência e à discriminação; reunião ocorreu com o prefeito e o secretário de Cultura da cidade

Luciano Dí Maria (esq.) conversou com o prefeito de Itapetinga (camisa xadrez) e com o secretário de Cultura (dir.)
Imagem: Acervo/Movimento LGBT
O Movimento LGBT de Itapetinga se reuniu, nesta quarta-feira, 30, com o prefeito da cidade, Rodrigo Hagge (PMDB) e o secretário de Cultura, Darwin Nunes, para avaliar propostas de implementação de ações de combate a violência e a discriminação.

Na reunião histórica, segundo o próprio movimento, discutiu-se a possibilidade de implantação de ações de combate a violência e a discriminação contra as populações minoritárias. Também foi discutida a possibilidade da realização da V Semana da Diversidade de Itapetinga, que contará com Seminários, sessão na Câmara de Vereadores  e culminando com a Parada do Orgulho de ser LGBTQI (a sigla abrange os queers, pessoas que não se veem como sendo exclusivamente do gênero masculino ou feminino, e intersexuais, ou hermafroditas).

O coordenador do Movimento LGBTQI de Itapetinga, Luciano Dí Maria, relatou que o prefeito foi muito solícito e aberto às propostas apresentadas pelo movimento, que são ações no âmbito da saúde, educação e assistência social. "O Movimento LGBT já está atuante no município desde o ano de 2011, mas sempre com muita dificuldade, sem apoio institucionais e realizando esporadicamente ações que minimizem a violência e a dor entre essa parcela da população", destacou.

Dí maria lembrou que a cidade de Vitória da Conquista já conta com um centro de referência para a população LGBTQI. "O grupo tem por objetivo fomentar, orientar juridicamente e psicologicamente os e as sujeitas vitimas destas violências ou que tem seus direitos negados", finalizou.

Fonte: Ascom/Movimento LGBTQI

Polícia baiana anuncia operações após prisão de contador que recebia abono de funcionários fictícios

Material encontrado com o contador (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
A prisão de contador Luciano Andrade dos Santos, conhecido como Luciano Contador, de 38 anos, foi preso no município de Amargosa, a cerca de 240 quilômetros de Salvador, suspeito de inserir trabalhadores inexistentes nos registros de clientes para poder sacar benefícios vai desencadear uma operação em toda a Bahia para tentar localizar outros indícios de fraude similar.

Os trabalhos serão concentrados em municípios de grande porte, com desdobramentos pelas cidades limítrofes. A informação da prisão foi divulgada pela Polícia Civil, que afirmou ter descoberto a fraude após seis meses de investigação.

De acordo com o delegado Adilson Bezerra de Freitas, titular da DT/Amargosa, o contador, preso na segunda-feira (28), fazia anotações falsas nas empresas, que contratavam o escritório de contabilidade no qual trabalhava, inserindo funcionários fictícios e, a partir de dados constantes nas carteiras de trabalho e numeração do PIS, ele fazia saques do abono salarial e outros benefícios.

O delegado disse que a investigação descobriu que, por meio de apenas uma empresa familiar, que não possuía empregados, Luciano contratou fraudulentamente 164 funcionários, conseguindo sacar depois de alguns meses o abono salarial de todos eles.

Luciano ganhava um salário mínimo no escritório de contabilidade, mas ostentava uma vida incompatível com a de alguém que detivesse tal remuneração, segundo a polícia. “Estamos investigando denúncias de que ele também comercializaria drogas ilícitas”, acrescentou o delegado.

Nas buscas feitas na residência dele, os policiais apreenderam 10 munições para arma calibre ponto 38, 31 carteiras de trabalho, 70 cartões Cidadão, dezenas de cartões do Bolsa Família e da Caixa, CPFs, IPVAs e mais de 400 cópias de documentos de pessoas diversas e anotações do esquema criminoso. Um pássaro “azulão, da fauna silvestre e em processo de extinção, também foi apreendido.

O delegado Adilson Freitas explicou que, inicialmente, Luciano Contador responderá pelos crimes de posse de munição, estelionato, falsidade documental e crime ambiental, permanecendo custodiado na carceragem da DT/Amargosa, à disposição da Justiça. Uma cópia do procedimento será encaminhado à Polícia Federal. O investigador ainda disse que a polícia agora investiga se mais pessoas participaram do esquema. (G1/Bahia)

Cavalgada promove integração regional e estimula reflorestamento ambiental na região de Itapetinga

ITAPETINGA - A “II Cavalgada Saia do Zap e Venha Campear Conosco”, patrocinada pela Pratigi Alimentos, acontecerá no dia 2 setembro. Cerca de 70  participantes irão fazer um percurso de 58 km, cujo trajeto liga a região de Itabaí, município de MacaranI a Itapetinga, no sudoeste da Bahia.

A campeada foi criada  por amigos produtores rurais que possuem propriedades nas circunvizinhanças da cidade de Itapetinga, na Bahia. “O objetivo da cavalgada é a integração entre os apreciadores da atividade rural, bem como o  conhecimento das fazendas e das diversas microrregiões", destaca o empresário Esmeraldo Moreira Lima Júnior, organizador do evento.

Além disso, segundo Esmeraldo Júnior, estimula-se o fomento e o desenvolvimento da criação de animais apropriados e de materiais relacionados à atividade equestre. "Enfim, a promoção da nossa cultura rural”, enfatiza 

A Campeada é uma oportunidade que os participantes têm de trocar experiências, uma vez que o público é composto por médicos,  advogados,  veterinários, zootecnistas,  comerciantes, mas todos unidos pelo propósito do fortalecimento das tradições e pela paixão por cavalos. 

O evento também revela o compromisso com o meio ambiente mantido pelos participantes.  Este ano, durante o trajeto, os integrantes da campeada irão plantar diversos tipos de árvore, cujas mudas nativas da região foram doadas por moradores e fazendeiros de várias cidades vizinhas. 

“O comprometimento com o reflorestamento dialoga diretamente com a responsabilidade ambiental presente na filosofia da Pratigi. Além disso, estar presente nesta cavalgada é também uma oportunidade de fortalecer a marca Pratigi na área, divulgando ainda mais os nossos produtos entre os criadores de cavalos dessas cidades que participam do evento”, afirma Otaviano Filho, representante da Pratigi Alimentos na região. 

Inscrições com Esmeraldo Júnior (77) 9 9927 7471.

DESTAQUE

BAHIA - Júri Popular absolve PM por homicídio ocorrido há 17 anos

O sargento da polícia militar do Estado da Bahia Robenes Ramos dos Santos foi absolvido do caso do homicídio de Fábio Pereira Correia oco...

AS 5 + LIDAS