segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Após exoneração, André Ferraro compara gestão de Herzem à de Kim Jong-Un, ditador da Coreia do Norte.

Resultado de imagem para André Ferraro
Imagem: Acervo/Redes sociais
Jussara Novaes (Sudoeste Digital) - O ex-secretário de Comunicação da Prefeitura de Conquista, André Ferraro, exonerado pelo prefeito Herzem Gusmão (PMDB) após entrevistas aos meios de comunicação da cidade, lamentou a forma como foi desligado e chegou a comparar a gestão à de Kim Jong-Un, ditador da Coreia do Norte.

Em entrevista ao BLOG DO ANDERSON, Ferraro declarou que a sua “exoneração foi ilegal e imoral”, por conta de ter apresentado um atestado médico à Administração. “Anteciparam o Diário Oficial por três horas para me exonerar. Daí você vê a maldade que anda nos peitos das pessoas, enfim", desabafou, sem citar nomes.

Sem baixar o tom, Ferraro não poupou críticas à gestão municipal. "Eu achava que divergir, não poder divergir era coisa de exceção, da Coreia do Sul, lá Coreia do Norte, Kim Jong-Um, do ditador da Coreia do Norte. Eu não sabia que Conquista estava instaurado”, afirmou. 

O prefeito não se manifestou, até o momento, sobre as declarações do ex-secretário.O nome do substituto ainda não foi anunciado.

N.R. Kim Jong-un, também conhecido como Kim Jong-woon ou Kim Jung Woon é o líder da Coreia do Norte desde dezembro de 2011. 

publicitário detalha esse imbróglio prometendo ir à Justiça em busca de seus direitos. "Não pelo dinheiro", mas sim por sua honra e em respeito aos seus familiares. Publicitário destacado na capital baiana, André Ferraro era considerado um dos principais nomes da gestão de Herzem, tendo atuado, também, na campanha vitoriosa que fez o peemedebista chegar a prefeitura pela primeira vez.

AFILHADO DE GEDDEL

O secretário de Comunicação da Prefeitura de Conquista, André Ferraro, havia sido indicado por Geddel Vieira Lima. Foi efetivado no cargo em 3 de fevereiro. A relação entre prefeito e secretário estavam estremecidas depois de um pedido de auditoria na SECOM e de desentendimentos entre alguns secretários municipais e de ocupantes de caros de primeiro escalão.

Ferraro não suportou a pressão e investidas contra a sua pasta e resolveu desabafar. primeiro, nas redes sociais e depois a blogs e, por fim, em entrevista ao jornalista Caíque Santos, da Rádio Clube de Conquista. 

Perguntado pelo repórter Caíque Santos sobre rumores de uma possível auditoria que sua Secretaria pode sofrer, Ferraro se irritou:”Não são rumores não. Eu recebi uma carta, nesse processo de disputa interna, assinada pelo Prefeito, eu não sei como isso chegou a você, isso é um dos motivos da minha chateação, é uma carta ameaçadora, certamente feita por essas pessoas. 

É como se eu fosse me intimidar com qualquer tipo de auditoria que se faça na minha secretaria. Podem fazer qualquer auditoria, interna, externa, Tribunal de Contas, o que quiser. Infelizmente eu não posso dizer o mesmo das contas deles, dos contratos deles, então, não me chamem pra briga, isso que estou falando.Não vou admitir ser questionado em minha honestidade e capacidade profissional por gente sub-técnica, por gente que está ali para atrapalhar o governo”, disparou Ferraro.



De temperamento explosivo e pavio curto, Ferraro ainda deve disparar a sua metralhadora giratória nas próximas horas, revelando novos fatos dos bastidores da gestão Herzem.

CONQUISTA - Herzem Gusmão exonera afilhado de Geddel; secretário de Comunicação disparou críticas ácidas à gestão

Imagem: Acervo/Blog do Anderson
O prefeito Herzem Gusmão (PMDB) exonerou o secretário de Comunicação da Prefeitura de Conquista, André Ferraro, que havia sido indicado por Geddel Vieira Lima. A relação entre prefeito e secretário estavam estremecidas depois de um pedido de auditoria na SECOM e de desentendimentos entre alguns secretários municipais e de ocupantes de caros de primeiro escalão.

Ferraro não suportou a pressão e investidas contra a sua pasta e resolveu desabafar. primeiro, nas redes sociais e depois a blogs e, por fim, em entrevista ao jornalista Caíque Santos, da Rádio Clube de Conquista. 

Perguntado pelo repórter Caíque Santos sobre rumores de uma possível auditoria que sua Secretaria pode sofrer, Ferraro se irritou:”Não são rumores não. Eu recebi uma carta, nesse processo de disputa interna, assinada pelo Prefeito, eu não sei como isso chegou a você, isso é um dos motivos da minha chateação, é uma carta ameaçadora, certamente feita por essas pessoas. 

É como se eu fosse me intimidar com qualquer tipo de auditoria que se faça na minha secretaria. Podem fazer qualquer auditoria, interna, externa, Tribunal de Contas, o que quiser. Infelizmente eu não posso dizer o mesmo das contas deles, dos contratos deles, então, não me chamem pra briga, isso que estou falando.Não vou admitir ser questionado em minha honestidade e capacidade profissional por gente sub-técnica, por gente que está ali para atrapalhar o governo”, disparou Ferraro.

De temperamento explosivo e pavio curto, Ferraro ainda deve disparar a sua metralhadora giratória nas próximas horas, revelando novos fatos dos bastidores da gestão Herzem.

DESTAQUE

VÍDEO - Polícia de SP prende motorista que transportaria drogas para Vitória da Conquista.

Jussara Novaes (Com informações do SP no AR/Record) - O motorista Clodoaldo Dias, d idade não informada, foi preso em flagrante quando ...

AS 5 + LIDAS