terça-feira, 18 de julho de 2017

Um morto e dois feridos em desabamento de laje; operário que morreu já foi identificado

O operário Maxuel Costa Pacheco, de 35 anos foto), morreu sob escombros após o desabamento de uma laje na Avenida Bartolomeu de Gusmão, Bairro Jurema, em Vitória da Conquista, no final da tarde desta terça-feira, 18. 
Foto: Reprodução/ Blog do Léo Santos
Outras duas pessoas que estavam no local ficaram feridas. O estado de saúde delas não foi informado pelos socorristas. Testemunhas, no entanto, asseguram que o estado de uma delas era muito grave, devido aos ferimentos pelo corpo, principalmente na cabeça. A outra vítima, identificada como Tiago Matos de Oliveira,  foi atendido no local pelo Samu 192 e encaminhado ao hospital.

Segundo pessoas que trabalham nas imediações, há duas semanas os operários iniciaram uma obra de rebaixamento de piso. A laje, muito antiga, não suportou as intervenções e cedeu, atingindo as vítimas. Não há informações de outras pessoas na obra. 

Para facilitar o resgate pelo Corpo de Bombeiros e SAMU, policiais militares interditaram parte da pista, desviando o trânsito para ruas adjacentes. Nenhum responsável pela obra, situada na pista que dá sentido à estação rodoviária e aeroporto, foi encontrado no local. A polícia civil vai instaurar inquérito para apurar as causas.

Jussara Novaes para o Sudoeste Digital

FOTOS - Identificada vítima de acidente na Serra do Mutum, em Jequié; Sérgio Eirado é filho de médica da cidade

Uma colisão frontal entre um veículo modelo Fiesta de Placa FRT- 4306, licenciado de Jequié e um caminhão Baú,  na Serra do Mutum, BR-116, perímetro do município de Jaguaquara, deixou o motorista do veículo Fiesta morto, o homem teve a cabeça esmagada na colisão. 
O veículo de passeio seguia sentido Jequié e o caminhão Baú sentido Salvador. A vítima foi identificada como Sérgio Eirado Filho, filho da médica Idália, moradores de Jequié.
Sérgio dirigia o automóvel modelo Fiesta, placa FRT- 4306 licenciado de Jequié, quando forçou ultrapassagem e bateu de frente com uma caminhão Baú, sendo esmagado pelas ferragens. 

Fonte: Itiruçu Online

Indicativo de greve é aprovado por professores da UESB

Indicativo de greve é aprovado por professores da UESB
Foto: Adusb/Divulgação
Os docentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) aprovaram, na manhã dessa terça-feira (18), indicativo de greve. Segundo os professores, a pauta de reivindicações do movimento docente foi protocolada em dezembro do ano passado e o Estado tem protelado as negociações.

A categoria avalia que apesar das publicações das promoções e progressões da sexta-feira (14) e sábado (15), o governo precisa negociar com o Fórum das ADs (Associações Docentes do Estado da Bahia) os demais pontos de reivindicação, especialmente os que atendem todos docentes, inclusive os aposentados, como a pauta salarial. Vale lembrar também que a retroatividade financeira devida não foi assegurada às promoções e progressões veiculadas na semana passada no Diário Oficial.

O presidente da Adusb, Sérgio Barroso, ressalta a necessidade da mobilização da categoria. “A publicação das promoções e progressões é um avanço importante, mas o que foi publicado contempla menos da metade da demanda. Além disso, não podemos esquecer que as pautas salarial e orçamentária são também importantes. É preciso fortalecer a luta para pressionar o governo a atender toda nossa pauta”, afirma o presidente.

"Há dois anos, o Estado não faz a reposição inflacionária do funcionalismo público, o que resulta numa perda salarial de quase 20%. Significa dizer que professoras e professores deixam de receber por ano o valor equivalente a dois meses de salário, aproximadamente", completa. Ainda no âmbito dos direitos trabalhistas, o movimento docente luta pela concessão de todas as promoções, progressões, mudanças de regime de trabalho, recomposição salarial de 30,5% e retorno da licença sabática, retirada de forma autoritária pelo governo em 2015.

Além disso, não tem sido destinado orçamento suficiente para as atividades de ensino, pesquisa e extensão das Universidades Estaduais. Pagamento de fornecedores, recursos para manutenção de projetos de pesquisa e extensão, por exemplo, estão prejudicados. Nos últimos dois anos, 36 professores (entre efetivos e substitutos) deixaram de ser contratados na UESB. Portanto, 110 disciplinas não foram oferecidas para prejuízo dos cerca de 10.000 estudantes da Instituição.

Professoras e professores da UESB continuarão mobilizados pelos direitos trabalhistas e em defesa das Universidades Estaduais. As assembleias docentes da UEFS, UESC e UNEB pautarão o indicativo de greve nos próximos dias.  

Conheça a pauta de reivindicações

- Aumento do repasse orçamentário Estado às Universidades Estaduais Baianas para 7% da Receita Líquida de Impostos (RLI);

- Pagamento do reajuste linear integral dos servidores públicos, em uma única parcela, dos anos 2015 e 2016, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA);

- Reajuste de 11% no salário base dos docentes para garantir a política de recuperação salarial;

- Cumprimento dos direitos trabalhistas (promoção, progressão, mudança de regime de trabalho, insalubridade e retorno da licença sabática);

- Ampliação e desvinculação das vagas/classe do quadro docente.


VERSÃO PARA CELULAR / PMs presos em latrocínio em Salvador também são acusados de sequestro e extorsão em Vitória da Conquista



Dois dos PMs envolvidos no latrocínio (roubo seguido de morte) contra o casal Renato Giffoni Habib e Nélida Cristina de Oliveira Habib, no bairro de Placaford, em Salvador, ocorrido em setembro de 2016 receberam mais um mandado de prisão. Desta vez, por conta de sequestro e extorsão ocorridos em outubro do ano passado, na cidade de Vitória da Conquista. 



A Polícia Civil não detalhou como foi o sequestro na cidade do sudoeste da Bahia. O soldado Jonas Oliveira Góes Júnior e o cabo Ronaldo Pedro de Souza (foto-montagem acima) já estão presos no Centro de Custódia Provisória da Polícia Militar, no Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.




Mesmo com o PM Jonas já preso, a polícia foi até um dos imóveis dele, no bairro de de Castelo Branco, em Salvador, onde encontrou 50 munições intactas para pistola calibre 380.




Segundo informações da Polícia Civil nesta segunda-feira (17), o mandado de prisão foi cumprido na sexta-feira (14), por investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Conforme a polícia, além os dois PMs e um ex- integrante da corporação, identificado como Paulo César Alves Filgueiras, são suspeitos de integrar uma quadrilha que praticava extorsões mediante sequestro, em cidades da Bahia.




Ao divulgar que os militares são investigados pelo crime contra o casal, a Polícia Civil informou ainda que Jonas e Ronaldo são suspeitos de um sequestro junto com extorsão, realizados em dezembro de 2016, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador. Paulo Cézar não participou da ação. Jonas, Ronaldo e o outros dois suspeitos do sequestro em Camaçari estão presos desde o ano passado. De acordo com o delegado Cleandro Pimenta, da Coordenação de Sequestro e Extorsão, do Draco, o cumprimento de mais um mandado de prisão garante que os policiais permaneçam presos, caso ganhem liberdade provisória em outro processo.


A polícia detalhou que a prisão de Paulo César, ocorreu na sexta-feira, em uma das propriedades do suspeito, localizada na cidade de Irecê, no norte da Bahia. No local foram apreendidos cinco fardamentos da Polícia Militar, apesar de Paulo César já ter sido exonerado da corporação. Não há detalhes de quando ele foi demitido da polícia. Como Paulo já não está mais na PM, ele foi encaminhado para o presídio de Serrinha, a cerca de 173 km de Salvador. Conforme o delegado Cleandro Pimenta, a quadrilha que sequestrava e extorquia as pessoas, escolhia vítimas que já tiveram passagem pelo sistema prisional e que estavam respondendo em liberdade ou já haviam cumprido pena, para sequestrar familiares e exigir quantias em dinheiro.



( G1 Bahia )



UMA CAMPANHA DO SUDOESTE DIGITAL - COMPARTILHE!

A imagem pode conter: texto

Filho de desembargadora preso por tráfico de drogas ostentava motos de luxo e mansão no Facebook

Polícia investigava empresário há dois meses antes de flagrá-lo com drogas na BR-262 


Quem vê as fotos na rede social de Breno Fernando Solon Borges, 37 anos, pode achar que se trata de mais um cantor de sertanejo universitário ostentando mansão, motos de luxo e uma mulher bonita. Só que não! Na verdade, Borges é traficante de drogas, segundo a Polícia Federal, e filho da desembargadora presidente do Tribunal Regional Eleitoral de MS, Tânia Garcia Freitas Borges. Breno foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal e pela Polícia Federal na BR-262, transportando 130 quilos de maconha, 199 munições calibre 7,62, de exclusivo das Forças Armadas e uma pistola calibre 9 milímetros. Parte da maconha estava escondida em um reboque carregado pelo jipe Renegade do empresário. A namorada de Breno, que estava ao lado dele no jipe e um serralheiro que conduzia uma caminhonete F-250 também foram presos e levados para a Polícia Federal em Três Lagoas.



As investigações contra o empresário por tráfico de drogas, associação criminosa e tráfico de munições, começaram há dois meses e vão continuar para elucidar se todo patrimônio ostentado é fruto do crime organizado. Na maioria das fotos postadas nas redes sociais, sempre há motos de alta potência ao fundo. Em uma delas, Breno aparece empinando a moto em uma estrada. Na legenda ele escreveu: ''Faço o que eu gosto independente do que vão pensar ou falar''. Na mesma foto, uma amiga na rede social define Breno como 'piloto de fuga', termo usado para quem vai conduzir carro ou moto para fugir da polícia após uma ação criminosa, e ele 'curte' a resposta, a tendo como um elogio. Breno é membro do motoclube The Brother's MC e faz diversas viagens pelo pais vivendo as aventuras sob duas rodas.



Além das motos, Breno ostenta uma mansão digna de atores de Hollywood. Ao fundo de uma delas, Breno está em uma piscina e mais ao fundo aparece o jipe Renegade vermelho, o mesmo interceptado pelas polícias rodoviária e federal na ação do último sábado. O empresário gosta de se exibir nas redes, em poses com roupas de cowboy e bombeiro. A namorada do empresário, Isabela Lima, também presa na ação alegou aos policiais que não sabia de nada ilícito e que estava acompanhando o parceiro para um evento automobilístico no interior de São Paulo. A moça também adora motos e em diversas fotos aparece com Breno pilotando motocicleta, em uma das ocasiões, ambos sem capacete.


A vida 'cor de rosa' de Breno e a namorada é estampada nas viagens que o casal faz, sempre em lugares paradisíacos. Entre elas estão um passeio em uma ilha em Santa Catarina e outra em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Os três suspeitos presos em flagrante já estão em um presídio em Três Lagoas.

Fonte: Rádio Caçula

QUAL A SUA OPINIÃO? - Prefeito realiza Olimpíada de investimentos: só vai apoiar o deputado que mais investir em Brumado

Brumado Acontece
O prefeito de Brumado Eduardo Lima Vasconcelos criou o Olimpíadas de Investimentos
Foto: Brumado Acontece
O prefeito de Brumado Eduardo Lima Vasconcelos criou o Olimpíadas de Investimentos e só vai apoiar o deputado que mais obras e investimentos trazer para o município brumadense. A largada para essa competição já aconteceu e dois deputados federal estão no páreo dessa Olimpíada. O deputado da bancada evangélica Erivelton Santana (PEN), e o deputado Arthur Maia (PPS), disputam o apoio exclusivo do prefeito. Os deputados já somam mais de 10 milhões em emendas parlamentares para o município. Nessa competição quem sai ganhando são os brumadenses que serão os beneficiados com os investimentos que vão de pavimentação a poços artesiano. A ideia de criar a olimpíada trouxe grandes expectativas de investimentos para a capital do minério e até as eleições os deputados devem liberar mais emendas e consequentemente mais obras para Brumado. (Rede Acontece)

PMs presos em latrocínio em Salvador também são acusados de sequestro e extorsão em Vitória da Conquista


Dois dos PMs envolvidos no latrocínio (roubo seguido de morte) contra o casal Renato Giffoni Habib e Nélida Cristina de Oliveira Habib, no bairro de Placaford, em Salvador, ocorrido em setembro de 2016 receberam mais um mandado de prisão. Desta vez, por conta de sequestro e extorsão ocorridos em outubro do ano passado, na cidade de Vitória da Conquista. 

A Polícia Civil não detalhou como foi o sequestro na cidade do sudoeste da Bahia. O soldado Jonas Oliveira Góes Júnior e o cabo Ronaldo Pedro de Souza (foto-montagem acima) já estão presos no Centro de Custódia Provisória da Polícia Militar, no Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.

Mesmo com o PM Jonas já preso, a polícia foi até um dos imóveis dele, no bairro de de Castelo Branco, em Salvador, onde encontrou 50 munições intactas para pistola calibre 380.


Segundo informações da Polícia Civil nesta segunda-feira (17), o mandado de prisão foi cumprido na sexta-feira (14), por investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Conforme a polícia, além os dois PMs e um ex- integrante da corporação, identificado como Paulo César Alves Filgueiras, são suspeitos de integrar uma quadrilha que praticava extorsões mediante sequestro, em cidades da Bahia.

Ao divulgar que os militares são investigados pelo crime contra o casal, a Polícia Civil informou ainda que Jonas e Ronaldo são suspeitos de um sequestro junto com extorsão, realizados em dezembro de 2016, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador. Paulo Cézar não participou da ação. Jonas, Ronaldo e o outros dois suspeitos do sequestro em Camaçari estão presos desde o ano passado. De acordo com o delegado Cleandro Pimenta, da Coordenação de Sequestro e Extorsão, do Draco, o cumprimento de mais um mandado de prisão garante que os policiais permaneçam presos, caso ganhem liberdade provisória em outro processo.


A polícia detalhou que a prisão de Paulo César, ocorreu na sexta-feira, em uma das propriedades do suspeito, localizada na cidade de Irecê, no norte da Bahia. No local foram apreendidos cinco fardamentos da Polícia Militar, apesar de Paulo César já ter sido exonerado da corporação. Não há detalhes de quando ele foi demitido da polícia. Como Paulo já não está mais na PM, ele foi encaminhado para o presídio de Serrinha, a cerca de 173 km de Salvador. Conforme o delegado Cleandro Pimenta, a quadrilha que sequestrava e extorquia as pessoas, escolhia vítimas que já tiveram passagem pelo sistema prisional e que estavam respondendo em liberdade ou já haviam cumprido pena, para sequestrar familiares e exigir quantias em dinheiro.

( G1 Bahia )




Operação Aquarius: Operação em 20 estados mira envolvidos no jogo 'Baleia Azul'

Operação Aquarius: Operação em 20 estados mira envolvidos no jogo 'Baleia Azul'

Uma operação realizada na manhã desta terça-feira (18) por policiais civis em nove estados brasileiros tem como alvo suspeitos de envolvimento com o jogo “Baleia Azul”, praticado em comunidades fechadas em redes sociais como Facebook. O objetivo do jogo, do qual participam geralmente adolescentes, é cumprirem 50 tarefas determinadas pelos “curadores” – o último desafio a ser cumprido é o suicídio. A operação Aquarius, como foi batizada, cumpre mandados em 20 municípios e é coordenada pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática da Polícia Civil fluminense. Um jovem foi preso na favela de Nova Era, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense: Matheus Silva, 23 anos, confessou aos policiais ser curador do jogo. Os agentes também apreenderam telefones celulares e computadores de suspeitos. As ordens judiciais são cumpridos nos estados: Amazonas, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

SOBRINHO E AFILHADO DA VÍTIMA - População ameaça linchar presos que mataram idosa; ela foi morta a machadadas em Ribeirão do Largo

 Fotos: divulgação/ Polícia Civil
Adenilson e Donizete mataram a idosa a machadadas.
Foto: Polícia Civil/Divulgação
Dois homens acusados de matar uma idosa a golpes de machado no distrito de Nova Brasília,  no município de Ribeirão do Largo, no Sudoeste da Bahia,  estão presos na delegacia local,  por latrocínio (roubo seguido de morte), informou Eudo mendes, do Itapetinga Repórter.
A reportagem do Sudoeste Digital apurou que eles devem ser transferidos para Itapetinga pois correm risco de linchamento por parte da população revoltada. A polícia, no entanto, descarta essa hipótese.
De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu no mês passado e foi praticado por um sobrinho e afilhado da vítima. Adenilson e Donizete invadiram o imóvel para roubar a aposentadoria da idosa, no entanto, durante o crime, foram reconhecidos por ela.  Durante uma discussão, Generosa Maria de Jesus, também conhecida por dona “Dedé”, foi agredida fisicamente e assassinada.
O caso chamou atenção dos moradores do município e repercutiu em toda região.  A polícia começou a investigar o latrocínio e Donizete acabou preso no mesmo mês que aconteceu o delito.
O último envolvido no crime estava escondido na casa de parentes na cidade de Macarani.  Ele foi preso por policiais civis e guardas civis municipais nesta segunda-feira (17) no Bairro Majorie Parque. Contra Adenilson de Jesus Almeida, conhecido como “Estambim”, havia um mandado de prisão em aberto por causa do assassinato da idosa.
Donizete e Adenilson estão presos na delegacia de Ribeirão do Largo, á disposição da Justiça Criminal. Para o crime de latrocínio não cabe fiança e, se condenados, poderão pegar de 20 a 30 anos de prisão, além de multa.

DESTAQUE

VÍDEO - Polícia de SP prende motorista que transportaria drogas para Vitória da Conquista.

Jussara Novaes (Com informações do SP no AR/Record) - O motorista Clodoaldo Dias, d idade não informada, foi preso em flagrante quando ...

AS 5 + LIDAS