terça-feira, 9 de maio de 2017

Coordenador de segurança do Conjunto Penal de Eunápolis é preso ao receber propina

Sidiney era coordenador do Presídio de Eunápolis (Foto: Divulgação)

O coordenador de Segurança do Conjunto Penal de Eunápolis (CPE), Sydiney de Aguiar Almeida, foi preso em flagrante nesta terça-feira (9), recebendo propina para transferir um preso de ala dentro do complexo. Segundo informações do Ministério Público da Bahia, um mandado de busca e apreensão também foi cumprido na residência do coordenador de segurança da unidade.

Ainda de acordo com o MP, ele recebeu R$ 5 mil de propina para fazer a transferência do preso. A prisão aconteceu em uma ação conjunta do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Coordenadoria de Segurança Institucional (CSI), Secretaria de Administração Penitenciária e de Ressocialização (Seap), Polícia Civil e Polícia Militar, por meio do Grupamento Aéreo (Graer).

Em nota, a Seap afirmou que "a operação é resultado do esforço conjunto de todos os órgãos envolvidos para coibir irregularidades no Sistema Penitenciário Baiano".

No início do ano passado, duas fugas foram registradas no presídio de Eunápolis. Nas duas ocasiões, os detentos usaram uma corda feita de lençóis para escalar os muros do complexo. A polícia abriu uma investigação para descobrir se os agentes penitenciários facilitaram a fuga dos presos. 
O complexo acolhe presos que cumprem pena em regimes fechado e semiaberto e presos provisórios. O complexo tem capacidade para  457 detentos, mas atualmente, 756 presos cumprem pena no local, de acordo com dados da Seap. 

Secretário de Educação de Jequié tenta minimizar repercussão negativa das “mochilas”



O tamanho de mochilas escolares distribuídas a alunos do ensino municipal pela prefeitura de Jequié, localizada na região sudoeste da Bahia, virou piada na internet. Isso porque tanto os alunos dos últimos anos do ensino fundamental 2 como os das creches da cidade, com idades até seis anos, receberam mochilas padronizadas com o mesmo tamanho.

Para os estudantes menores, a mochila é muito grande, e os pequenos chegam a caber dentro do utensílio. Conforme a prefeitura de Jequié, a Secretaria de Educação da cidade deu início à entrega de kits escolares na última sexta-feira (5) aos quase 18 mil alunos da rede pública de ensino. Além das mochilas, os kits contêm camisetas e uma espécie de pochete para que os alunos possam guardar materiais como lápis, canetas e borrachas. As camisetas, no entanto, têm o tamanho de acordo com a idade dos alunos. Incomodado com a repercussão negativa, o secretário de Educação de Jequié, Roberto Gondim, falou sobre o caso.

Gondim reconheceu que houve erro ao não prever um quantitativo de mochilas em tamanho menor para crianças também menores. Ele explica que teve que correr contra o tempo para concluir a licitação antes do encerramento das matrículas dos estudantes. Assim, no momento em que o edital foi lançado, ainda não havia uma estimativa do total de alunos matriculados.
Vencida por uma empresa de Santa Catarina, a licitação previa a aquisição de 18 mil mochilas, 18 mil estojos contendo itens como lápis, borracha, caneta, dentre outros, e 36 mil camisas para fardamento escolar. O montante envolvido em toda a compra chegou a R$ 467,8 mil. Somente as mochilas custaram R$ 205,2 mil, o que representa R$ 11,40 por unidade.



“Quando assumimos a prefeitura, éramos oposição à gestão anterior. Tomamos posse sem um processo de transição, identificamos que a rede municipal de ensino, que já teve 21 mil estudantes, fechou com 13 mil e precisávamos, num espaço recorde da posse até o início do ano letivo, atrair novos alunos”, conta Gondim, apontando o cenário em que o kit foi adotado como estratégia para conseguir os 4 mil novos alunos matriculados.

Ao ver a repercussão da polêmica envolvendo as mochilas dos estudantes, o secretário tentou minimizar as críticas. “Abro aqui um parentêses, quando vou levar meu filho na escola particular, as mochilas geralmente são maiores que os alunos. A mochila é para os pais ou responsáveis carregarem. Até porque há uma norma do Ministério da Saúde para que as crianças não carreguem peso”, frisou. Gondim também disse que chegou a achar as montagens engraçadas e criticou o uso político do caso.

G1 Bahia e Bocão News.

DUAS MORTES - Um bateu de frente com a Rondesp e outro, em acerto de contas com o tráfico

Anderson morreu ainda no local, sem chances de ser socorrido

VITÓRIA DA CONQUISTA - Um jovem identificado como Anderson foi morto a tiros, no começo desta tarde, 9, dentro de horta no Bairro Kadija, zona oeste da cidade. Segundo testemunhas, a vítima foi perseguida por homens a pé e entrou na horta, tentando escapar.

Pelo menos quatro disparos foram ouvidos. A informação foi confirmada pela 78ª Companhia Independente de Polícia Militar. A vítima não resistiu e morreu no local. Investigadores trabalham com a hipótese de acerto de contas a mando do tráfico de drogas.

O outro morto, de identidade ainda não informada, teria batido de frente com uma guarnição da Rondesp, no bairro Nossa Senhora Aparecida, zona leste. 

A ocorrência foi na rua Santa Madalena. Em relatório da Rondesp, os policiais informaram que foram avistados três indivíduos em atitude suspeita. "Ao perceberem a aproximação dos rondespianos, um dos indivíduos começou a atirar em direção aos militares. Dois se renderam e foram capturados".

O terceiro, que segundo a polícia, "tem várias passagens pela policia e recentemente foi preso em posse de uma espingarda calibre 12 e mais dois revolveres,  continuou atirando para tentar fugir do cerco policial. Os militares revidaram a injusta agressão, e acabou alvejando o criminoso, que foi socorrido imediatamente  pelos policiais, que o encaminharam para o Hospital de Base, onde foi constatado o óbito pelo médico plantonista". Na operação, foi apreendido um revolver calibre 38, além de 40 petecas de maconha.

Tamanho de mochila escolar entregue pela prefeitura de Jequié vira piada na Internet

Uma situação inusitada ocorreu em Jequié na última sexta-feira (5). A prefeitura local entregou kits escolares para alunos da rede pública de ensino contendo mochila, estojo, lápis, caneta e borracha. Até aí tudo bem. Só que quando as crianças menores foram experimentar os novos acessórios uma fofura aconteceu: Aparentemente, o tamanho único do apetrecho não foi pensado para as crianças mais novas que literalmente "cabem" nas mochilas.
A internet não perdoou e a foto da criança já foi compartilhada em grupos do Facebook. "Vocês que não entenderam. Mochila para crianças é na verdade mochila para GUARDAR crianças", disse uma internauta. Em outro comentário falaram "acho que era para botar as crianças dentro com a cabecinha para fora e alguém levar, porque não é possível". O secretário de Educação de Jequié, Roberto Gondim, minimizou o tamanho um tanto quanto desproporcional das mochilas entregues a crianças da rede pública de ensino municipal. De acordo com Gondim, a licitação para compra das mochilas foi fechada antes do término das matrículas e, por isso, o tamanho precisou ser padronizado, o que acabou não contemplando crianças menores. “Tivemos que fazer a licitação antes do quantitativo da matrícula. Mas nenhuma criança de creche vai sozinha para lá. Os pais sempre levam elas, eles que carregam as mochilas”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias.

NAMORADO ENVOLVIDO - Reviravolta no caso do suposto sequestro de estudante em Conquista



(Jussara Novaes - especial para o Sudoeste Digital) - Apesar de terminar bem a história do falso sequestro de uma estudante secundarista do Colégio Opção, em Conquista, o caso ainda terá desdobramentos nas esferas policial e jurídica. Isso porque a jovem, encontrada em Ilhéus, no sul da Bahia, contou à polícia daquela cidade que a fuga se deu por medo do namorado, identificado como Thiago Oliveira.

O caso ganhou repercussão no estado, já que havia suspeita de sequestro da jovem, natural de Paramirim, com envolvimento de duas mulheres. Ela teria sido vista pela última vez no centro da cidade, na manhã dessa segunda-feira (8). Uma fotografia das mulheres chegou a circular nas redes sociais, mas ao final da história a polícia apurou que elas é quem ajudaram a jovem - quando da chegada em Ilhéus.

A reportagem do Sudoeste Dgital teve acesso ao boletim de ocorrência lavrado na 1ª Delegacia erritorial de Ilhéus, sob número 17-01221. Segundo o documento, teria chegado ao conhecimento dos policiais "que havia uma menor, suposta vítima de sequestro, oriunda de Vitória da Conquista, que teria sido localizada num hospital na cidade de Ilhéus."

Ainda segundo o boletim, "após diligenciar em diversos hospitais da cidade, a menor LAVINIA THEREZA NEVES SILVA LIMA, foi localizada no hospital São José, apresentando perfeito estado físico e consciente. A entrada no hospital teria se dado porque a menor passou mal ao chegar na cidade de Ilhéus. Acompanhada do conselho tutelar, na pessoa da conselheira CLAUDIA ROCHA, foi encaminhada a esta Delegacia, sendo registrada ocorrência de encontro de pessoa."

A surpresa ficou por conta do depoimento da jovem à polícia: "Ouvida em Termo de Declarações, a menor informou que saiu de Vitória da Conquista por conta própria, pois estava sendo ameaça por um ex namorado de nome THIAGO OLIVEIRA. Não soube informar endereço, telefone ou qualquer outro dado que possa identificar o mesmo ou seu endereço."

"Feito contato com a família da menor, os pais compareceram à esta Delegacia e a mesma foi entregue aos responsáveis mediante Termo de Compromisso. Oitiva da menor remetida ao Cartório Regional caso necessite ser enviada à Delegacia de Vitória da Conquista que investiga o suposto sequestro."

Ao final do boletim a polícia faz uma observação: "Sobre a fotografia de duas mulheres que circula no WhatsApp como supostas sequestradoras, a menor reconhece uma delas como sendo a pessoa que te ajudou no centro da cidade de Ilhéus qnd passava mal. A mulher da fotografia emprestou o telefone para que a menor pudesse entrar em contato com um amigo."


DESTAQUE

VÍDEO - Polícia de SP prende motorista que transportaria drogas para Vitória da Conquista.

Jussara Novaes (Com informações do SP no AR/Record) - O motorista Clodoaldo Dias, d idade não informada, foi preso em flagrante quando ...

AS 5 + LIDAS