PREVISÃO DO TEMPO

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

TEST DRIVE - Nas trilhas com o Jeep Trailhawk

Segurança, conforto, economia agregam valor ao SUV campeão de vendas em 2017

Sozinho, o Jeep Compass responde por 11,9% do segmento

JUSCELINO SOUZA/ jornalista MTb 5735/BA
FOTOS: Gustavo Santos

O que falar sobre um veículo que é líder de vendas na categoria, que se destaca – dentre outras coisas - pelo bom desempenho, versatilidade proporcionada pela tração integral (com opção de reduzida) e, principalmente, pela excelente autonomia?

Esse foi o desafio da equipe Auto e Moto Bahia no teste do premiado Jeep Compass, versão Trailhawk 2.0 Turbo Diesel, pelas estradas da Bahia e trilhas de tirar o fôlego, incluindo até uma deliciosa passagem por um rio.

 

Não é difícil descobrir a razão dos holofotes sobre o SUV que foi laureado com cinco estrelas no crash-test (teste de colisão). O Jeep conseguiu 90% de proteção a adultos e 83% para crianças, afora 64% para pedestres

 

Com tanta segurança a bordo, cercados de tecnologia e conforto (sim, parece que estamos a bordo de um carro de passeio), lá fomos nós para os testes. Pé na estrada, a primeira - e obrigatória - rota foi o asfalto, que teve uma rodagem muito confortável.

 

A prova real era nas estradas de terra. Sem problemas. Afinal, esse é o território preferido por quem tem o DNA e espírito do Jeep.  Ele nasceu para vencer obstáculos. Sem esforço. 

A tração 4x4, com seletor para até 5 tipos de terrenos, encara neve, areia, lama e pedra. Se preferir, deixe no modo AUTO e ele faz o trabalho sozinho. E ez mesmo. Como prêmio, nosso Jeep ainda se banhou nas águas de um rio. Passou tranquilo e sereno.

A direção com assistência elétrica e o câmbio automático de 9 marchas contribuem bastante para tornar a experiência a bordo do Trailhawk muito agradável. O volante é macio, tem boa empunhadura e a alavanca do câmbio fica em boa posição.

 

Desempenho e economia do motor diesel. Silêncio e conforto a bordo, nem parece movido a diesel. Estabilidade excelente para um SUV. Bom espaço interno.


 

Não podemos deixar de lado a autonomia proporcionada pelo motor a diesel, a versatilidade da tração integral, o bom espaço interno e o bom número de equipamentos de série, que inclui ar-condicionado automático de duas zonas, é outro ponto positivo.


Ainda sobre a o desempenho do motor a diesel, nesse quesito o Trailhawk mostra a que veio. O consumo do 2.0 turbo diesel, tanto urbano quanto rodoviário, se aproxima – com toda segurança – de um 1.0. Graças à autonomia proporcionada pelo tanque de 60 ele faz 9,8 km/l na cidade e 11,4 km/l na estrada.

O Trailhawk é bem equipado. Os faróis de xenônio e alerta de veículos no ponto cego estão entre os itens de série no Trailhawk. Ele ainda traz alguns itens opcionais inéditos em veículos da categoria, como o teto solar panorâmico com acionamento elétrico.

A fera sobre rodas também pode receber porta-malas com abertura elétrica. Com relação à multimídia, o Jeep Compass 2018 ganhou compatibilidade com os sistemas Android Auto e Apple Carplay.

O modelo foi cedido pela Stark Veículos, concessionária Jeep em Vitória da Conquista (Fone 77 2101 1080), sob a gerência de Fabrício Correia , com as primeiras orientações sobre o carro do consultor de vendas Átila Ferraz.

 




Equipamentos*

Segurança

Freios ABS
Airbags frontais
Airbags laterais
Airbags de cortina
Alarme antifurto perimétrico
Alarme antifurto volumétrico
Câmera traseira para manobras
Cintos de três pontos para todos os ocupantes
Encosto de cabeça para todos os ocupantes
Controle de estabilidade
Controle de tração
Faróis de xenônio
Faróis de neblina
Limpador e lavador do vidro traseiro
Luz traseira de neblina Repetidores laterais das luzes de direção
Travamento central das portas
Luzes de condução diurna
Controle de velocidade adaptativo
Controle automático de descida
Desembaçador do vidro traseiro
ISOFIX
Alerta de colisão frontal
Alerta de tráfego cruzado traseiro
Monitoramento da pressão dos pneus
Assistente de partida em rampa
Sensores de estacionamento traseiro
Faróis com regulagem de altura
Assistente de farol alto
Alerta de ponto cego
Alerta de mudança de faixa
Assistente de permanência na faixa
Frenagem automática de emergência

Conforto

Ar-condicionado automático
Zonas de ar-condicionado: 2 Ar quente
Direção assistida
Banco do motorista com ajuste de altura
Apoio de braço para o motorista
Câmbio automático
Assistente de estacionamento
Ajuste do volante em altura
Ajuste do volante em profundidade
Ajuste elétrico do banco do motorista
Ajuste elétrico dos retrovisores
Controle automático de velocidade
Bancos revestidos em couro
Controle elétrico dos vidros dianteiros
Controle elétrico dos vidros traseiros
Faróis com acendimento automático
Limpador de para-brisa automático Retrovisor interno fotocrômico
Rodas de liga leve
Teto solar elétrico
Teto panorâmico
Troca de marchas no volante
Banco traseiro bipartido
Banco traseiro rebatível
Comando interno do porta-malas
Luz no porta-malas
Luz no porta-luvas
Comando interno da tampa do tanque
Chave presencial
Alças de segurança no teto
Retrovisores rebatíveis eletricamente
Acionamento remoto do motor
Freio de estacionamento elétrico
Tampa traseira com abertura motorizada

Infotenimento

Rádio Conexão USB
Interface Bluetooth
Volante multifuncional
Computador de bordo
Conta-giros
Termômetro da água do motor
Indicador de temperatura externa
Espelhamento da tela do celular

*Alguns itens são opcionais (favor consultar www.jeep.com.br ou Stark Veículos Ltda. – Avenida Bartolomeu de Gusmão, 955 A, Bairro Jurema, Vitória da Conquista) Fone (77) 2101-1080.


segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

VEM AÍ ANDANÇAS: O NOVO LIVRO DE JEREMIAS MACÁRIO

O JORNALISTA Jeremias Macário de Oliveira vai lançar seu quarto livro. E como a situação difícil no país, para se escrever, e arranjar patrocínio, ele elaborou o Projeto Colaborativo para materializar seu sonho.  ANDANÇAS é um livro que mistura ficção com realidade. Desta forma, as pessoas amigas assinam um caderno de ouro e quando o livro for publicado cada colaborador terá seu nome impresso. É uma espécie de pré-venda. Projeto Colaborativo.
Contos, causos, proseados e versos marcam o livro que pode ser lido a partir de qualquer página, sem seguir aquele roteiro habitual de começar pelo começo. São várias histórias interessantes, envolvendo Vitória da Conquista. Ele diz que o mínimo de contribuição é de R$ 40, mas, muita gente tem ajudado com muito mais. Tudo indica que no começo do próximo ano a obra já estará na gráfica. Para Jeremias, escrever tem sido mais fácil do que publicar. Talvez, seja ANDANÇAS o seu último livro.
Seu último livro, UMA CONQUISTA CASSADA obteve extraordinário sucesso e pode ser encontrado em bancas e livrarias da cidade, com o preço promocional de R$ 35. O exemplar custava R$ 50. Ele fala sobre a ditadura e tem recebido boas críticas. Já produziu TERRA RASGADA e A IMPRENSA E O CORONELISMO NA REGIÃO SUDOESTE.
Por ( Anderson Oliveira e João Melo )

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Estas são as senhas mais usadas (e menos seguras) da internet

Notebook-mulher-nervosa: Notebook: senha mais usada é 123456
Você provavelmente nem se dá conta disso, mas acumula pelo menos uns dez logins diferentes espalhados pela internet. Só de e-mail e redes sociais, pode por aí uns 5, no mínimo. Adicione à lista também seus serviços de streaming, sites de compras, jogos online ou portais de notícias e verá a quantidade de dados pessoais que precisa permanecer sob sigilo, acessível só mediante senha.
A verdade é que a lei do menor esforço costuma ser soberana: em vez de procurarem uma senha classificada como “forte”, muitos apressadinhos se convencem de que a “fraca” vai bastar. É pensando em reunir os principais exemplos dessa falta de preocupação que uma empresa de segurança digital elabora anualmente uma espécie de hall da fama da falta de criatividade online.
Recolhido pela SplashData, o relatório dispõe de cerca de 5 milhões de senhas vazadas na internet, principalmente de usuários da América do Norte e países da Europa Ocidental, e atesta alguns dados bem interessantes – como, por exemplo, o fato de que 3% das pessoas ainda usarem como palavra-chave o manjado “123456”. Você pode consultar o ranking com os 100 mais populares de 2017 neste link.
Estima-se que pelo menos 10% desses usuários (ou 500 mil pessoas) usem uma das senhas genéricas que aparecem no Top 25. A lista, liderada pelo “123456”, tem outras sequências numéricas óbvias bem rankeadas, como “12345678” no 3º lugar, e o “12345”, na 5ª colocação. Despontam também palavras como “password” (literalmente “senha”, em inglês), “qwerty”, sequência de letras mais famosa do teclado, “letmein” (tradução para ‘deixe-me entrar’) e “iloveyou”.
“Starwars“, estreia mais aguardada para o cinema este ano, aparece na 16ª posição. Outros highlights, como o 15º colocado “abc123” (uma referência àquela do Jackson 5 ou só preguiça mesmo? Jamais saberemos),  e “jordan23”, homenagem ao número usado por Michael Jordan, são outras amostras do quão enfadonha pode ser a tarefa de criar uma senha.
Abaixo, segue a lista das 25 mais populares. Achou a sua aí? Melhor dar uma repensada no seu processo criativo.
  1. 123456
  2. Password
  3. 12345678
  4. qwerty
  5. 12345
  6. 123456789
  7. letmein
  8. 1234567
  9. football
  10. iloveyou
  11. admin
  12. welcome
  13. monkey
  14. login
  15. abc123
  16. starwars
  17. 123123
  18. dragon
  19. passw0rd
  20. master
  21. hello
  22. freedom
  23. whatever
  24. qazwsx
  25. trustno1
Este texto foi publicado originalmente no site da Superinteressante.

Verão é época de acidentes com escorpiões; veja cuidados

Já viu um escorpião-amarelo?
Carlos Perez Naval/Wildlife Photographer
Os relatos sobre o aparecimento de escorpiões próximos às casas costumam aumentar a partir de outubro. Isso porque o tempo úmido e quente é mais propício para a proliferação do aracnídeo. Assim, a quantidade de escorpiões começa a aumentar, até chegar ao ápice no verão. "A partir de setembro e outubro começam a aumentar o número de acidentes também", alerta Fan Hui Wen, responsável pelo Núcleo de Venenos e Antivenenos do Instituto Butantan.

Você sabia que os escorpiões estão espalhados por cidades grandes e que as espécies mais comuns são venenosas? Em 2016, ocorreram 65 acidentes com escorpiões em Conquista. Os casos se concentram nos meses de janeiro e fevereiro e de outubro a dezembro.  Fizemos uma lista com o que é preciso saber e quais cuidados devem serem tomados em relação a esses animais:

Onde vive, o que come, quando sai para caçar? 

O escorpião é um aracnídeo que se adaptou muito bem ao ambiente urbano carente de infraestrutura de esgoto e saneamento básico - como bairros das periferias das grandes cidades. Isso porque o alimento dele é a barata. Para evitar a presença do escorpião, a melhor recomendação é manter o ambiente do entorno da casa sempre limpo e fazer a manutenção da caixa de esgoto e da caixa de gordura. O escorpião fica entocado durante o dia e sai para caçar à noite.

Quais são as espécies mais comuns? 

Existem cerca de 1.200 espécies de escorpiões no mundo. É comum a presença do escorpião-amarelo (Tityus serrulatus) e do escorpião-marrom (Tityus bahiensis). Os dois são venenosos - como todos do gênero Tityus. O veneno do amarelo é mais potente que o do marrom. É ele que costuma causar acidentes graves e podem levar crianças à morte.

Como evitar a picada? 

A melhor forma de evitar acidentes com escorpiões é evitar que eles entrem em casa. É necessário vedar frestas, tampar ralos e fechar fissuras onde o animal possa se esconder. Para quem tem quintal, as galinhas podem ajudar na solução do problema, já que são predadores naturais dos escorpiões.

Fui picado? 

É fácil perceber se você foi picado por um escorpião devido à dor forte que surge rapidamente no local onde o veneno do aracnídeo foi inoculado. O escorpião pica regiões descobertas do corpo, como pé, pernas, mãos e braços. Cuidado com as crianças! No adulto, o veneno do escorpião causa forte dor no local da picada, que pode irradiar para todo o membro. Já em crianças pequenas, além da dor, podem ocorrer náuseas, taquicardia, sudorese, arritmia cardíaca e edema pulmonar. Esse choque provocado no sistema cardiovascular pode levar à morte.

O que fazer em caso de picada? 

Nunca use garrote, corte ao redor da lesão ou coloque folhas, pó de café, etc. A primeira coisa a fazer é lavar o local da picada e fazer compressa com água morna. Em seguida, procurar o hospital mais próximo, onde é feita uma avaliação da dor. Caso ela continue intensa, pode ser utilizada anestesia ou receitado analgésico.

Como saber se o quadro é grave? 

Os especialistas explicam que a pessoa pode apresentar sonolência ou agitação três ou quatro horas após a picada. Este é o sintoma que indica que o quadro pode se agravar. Nesse caso, deve ser dado o soro antiescorpiônico. Essas situações são mais comuns com crianças pequenas. Em adultos, costuma aparecer só a dor. O soro é reservado para os sintomas de agravamento.

E depois de tomar o soro? 

A criança que passa por um quadro de agravamento da picada de escorpião precisa tomar o soro antiescorpiônico em tempo adequado e ficar em observação no hospital. O acompanhamento hospitalar é feito até que o veneno seja eliminado por completo e os efeitos desapareçam.

Quais locais possuem o soro? 

O soro antiescorpiônico é oferecido por uma rede de unidades de saúde de referência no tratamento da picada de escorpião, com presença em várias cidades ou regiões. Em Conquista é o hospital Regional de Base * que fornece o soro. Quem é picado, contudo, deve procurar a unidade de saúde mais próxima.

Endereço: Av. Filipinas, S/n - Jardim Alvorada, Vitória da Conquista - BA, 45030-16
Telefone: (77) 3427-4606

Há veneno contra escorpião? 

O uso de veneno contra escorpião ou contra sua fonte de alimentação - a barata - é algo controverso. Dependendo de como é feito o processo de dedetização, o que pode acontecer é apenas irritar o escorpião, que vai procurar comida em outro lugar. Os especialistas alertam que usar veneno onde há escorpião pode fazer o aracnídeo entrar dentro das casas.

E o que faço se encontrar um? 

Recomenda-se coletar e remover o animal que entrar dentro de casa. Caso você se sinta inseguro para fazer essa remoção com cuidado, pode utilizar um chinelo ou uma vassoura. Caso você conheça um local onde há escorpião, pode notificar a prefeitura, que providenciará a remoção (Telefone: 3422-8283).


Texto: Fernando Cymbaluk, com adaptações de Jussara Novaes (Sudoeste Digital)

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Grupo de agentes de segurança pública ajuda a prender criminosos e a recuperar veículos na Bahia

Resultado de imagem
Criado em outubro do ano passado, o Grupo de Whatsapp "Só Elites", formado por policiais militares, civis e outros agentes ligados à segurança pública no Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia tem respondido positivamente no combate à criminalidade em todas as esferas e atendido prontamente às denúncias da comunidade.

Por ser um grupo fechado, somente os membros têm acesso às informações sigilosas e restritas, o que facilita a localização de veículos em condições irregulares, pessoas suspeitas ou na iminência do cometimento de crimes. 

"Estamos fazendo vários cercos, efetuando prisões, recuperando veículos e catalogando bandidos com mandados de prisão", informou o criador do grupo, sargento PM Fábio Moreira, lotado na 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).

"As consultas são feitas dentro grupo. Não há vazamento, o que nos garante uma resposta rápida, inclusive com cerco e prisões em flagrante", completou.

BAHIA: MPF aciona Estado para regularização de convênio que previa laboratório contra lavagem de dinheiro para a Polícia Civil

Resultado de imagem para Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro

Acordo previa instalação de laboratório na polícia judiciária, mas SSP o instalou na Superintendência de Inteligência

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) acionou o Estado da Bahia, com pedido de medida liminar que o obrigue a regularizar o convênio celebrado com a União para a implantação de Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-BA) na Polícia Civil. Segundo a ação do MPF, o Estado está conduzindo o convênio de maneira irregular, uma vez que o laboratório foi instalado na Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O convênio foi assinado em 27 de junho de 2008, decorrente da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro e do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, este último criado pela Lei nº 11.530/2007. No termo de convênio, assinado pela SSP, foi prevista a implantação do LAB-BA na Polícia Civil do Estado da Bahia, órgão ao qual cabe atuar como polícia judiciária, responsável pela investigação de crimes ao lado do Ministério Público e do Poder Judiciário.

De acordo com a investigação do MPF, o Estado utilizou os recursos, equipamentos e sistemas contemplados pelo acordo para instalar o laboratório na Superintendência de Inteligência, cuja atribuição prevista em lei é assessorar o Poder Executivo na formulação de políticas públicas voltadas à prevenção da criminalidade. Embora a Polícia Civil também integre a SSP, é especificamente a ela que cabe operacionalizar medidas cautelares autorizadas pela Justiça – a exemplo das quebras de sigilos bancário, telefônico, e fiscal.

Na ação, os procuradores da República Vanessa Previtera e Fábio Loula ressaltam que a Constituição Federal outorgou especificamente à Polícia Civil as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais no âmbito estadual (art. 144, § 4º), sendo essa previsão repetida no art. 147, caput, da Constituição do Estado da Bahia. Tal atribuição também é prevista em pactos internacionais dos quais o Brasil faz parte e nas leis nacionais que regem o assunto.

Na ação, o MPF requer medida liminar determinado ao Estado da Bahia que cesse, imediatamente, o cumprimento irregular do convênio celebrado com a União alocando todo o aparato do Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro na estrutura da Polícia Civil do Estado da Bahia. Requer, no julgamento final, a confirmação da medida liminar, com a condenação pelo descumprimento do convênio.

Número para consulta processual na Justiça Federal: 10076813720174013300 — JFBA


Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal na Bahia

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Prefeito de Barra do Choça varre ruas com garis e divide opiniões; Adiodato recebeu elogios, mas também foi atacado e rebateu internautas

Prefeito de Barra do Choça ajuda na limpeza das ruas
Adiodato Araújo (D) resolveu ir às ruas auxiliar a limpeza: a atitude rendeu críticas e elogios nas redes sociais

No último sábado, 16, um cidadão de Barra do Choça compartilhou em um grupo do Facebook, a postagem de um blog que mostra o Prefeito de Barra do Choça, Adiodato Araújo (PSDB), segurando uma vassoura. A ação de Adiodato dividiu as opiniões dos usuários da rede social. Alguns elogiaram e até parabenizaram o prefeito, outros criticaram duramente a atitude do gestor. 

O título da notícia publicada no Blog Israel Barra, traz a seguinte informação: ” O prefeito da cidade de Barra do Choça, amanheceu neste sábado limpando a Praça Getúlio Vargas dia 16/12/2017.”
Outros aproveitaram a situação para citar vários problemas da cidade, como: esgotos estourados, falta de vagas na creche Sheila Teixeira além da situação das ruas do bairro Bom Retiro.
Abaixo você pode ler os comentários de alguns usuários do Facebook.
Adiodato respondeu alguns comentários:
O prefeito de Barra do Choça chegou a responder alguns comentários, porém em um deles o gestor respondeu duramente. “Vc é um invejoso medíocre…” escreveu Adiodato em resposta a um dos comentários.


Com informações do www.correiobarrachoocense.com

DESTAQUE

TEST DRIVE - Nas trilhas com o Jeep Trailhawk

Segurança, conforto, economia agregam valor ao SUV campeão de vendas em 2017 Sozinho, o  Jeep Compass  responde por 11,9% do segmento...

AS 5 + LIDAS